O Projeto

Em sua 3a edição, o projeto: O Palhaço Viajante levará arte e cultura, em 2018, de forma descentralizada e democrática, às cinco Regiões Administrativas que compõe a Macrorregião: Itapoã, Varjão, Paranoá, Jardim Botânico e São Sebastião, apresentando ações que envolvem diversas áreas culturais: manifestações circenses, música, dança, teatro e cultura popular.

O presente projeto possui aspectos de inovação, originalidade e singularidade em relação ao estilo, linguagem, técnica e metodológica, bem como contribuirá para enriquecer o cenário artístico e cultural com elementos originais do ponto de vista temático, estético, estilístico e transversal, pois o espetáculo: O PALHAÇO VIAJANTE, rico em conteúdo, dinamicidade e alegria, privilegia a diversidade cultural do país, apresentando manifestações culturais como: circo, bumba meu boi, capoeira, hip hop, samba de roda, coco, maracatu, maxixe, frevo, chula e ciranda.

Para enriquecimento cultural do público, será instalado no local das apresentações dos espetáculos, a exposição: VIAJANDO PELA CULTURA POPULAR, composta de banners e objetos referentes às manifestações culturais apresentadas nos espetáculos, tais como: perna-de-pau, berimbau, cuia de chimarrão, conjunto de malabares, boi, estandarte, etc.

Com o objetivo de valorizar a cultura popular brasileira e resgatar seus valores, alunos e professores indicados por cada escola terão a oportunidade de participar da oficina: VIVÊNCIA CULTURAL, experimentando algumas das manifestações culturais apresentadas nos espetáculos, através da prática de técnicas circenses, musicalização e dança, podendo se transformar em agentes multiplicadores desse aprendizado.

As apresentações, exposições e oficinas serão realizadas em cinco escolas públicas de ensino fundamental, sendo uma em cada Região Administrativa da Macrorregião: Itapoã, Jardim Botânico, Paranoá, São Sebastião e Varjão, devendo beneficiar em torno de 2.500 alunos (apresentações e exposições) e 150 professores e alunos (oficinas).

Terão prioridade na escolha das escolas parceiras do projeto, aquelas que sejam inclusivas e que atendam alunos com alguma deficiência (física, mental, auditiva e/ou visual).

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: